Landing Pages - O Guia completo para criar Landing Pages que Convertem!
Landing Pages – O Guia completo para criar Landing Pages que Convertem!

Março 15, 2019

Quem trabalha com marketing digital sabe da importância das Landing Pages numa estratégia de geração de leads, conversões e vendas. Não é de hoje que as Landing Pages são um instrumento e uma ferramenta incrível para gerar vendas em ambiente digital. Antigamente popularizadas de “páginas de aterrissagem” ou “páginas de aterragem” ou até mesmo “páginas de captura”, são páginas que têm como fundamento principal chamar a atenção do usuário e servem essencialmente como página de aterrissagem com um propósito muito específico, que normalmente é o de captar leads ou de gerar vendas de um determinado produto.

Existem diversas regras para a construção de Landing Pages, especialmente no que diz respeito a princípios, estratégia e conversão. Algumas dessas regras são extremamente básicas e facilmente perceptíveis, outras nem por isso. Ao longo deste tutorial, abordaremos diversos aspectos relacionados com design, estratégia e conversão, por forma a construir Landing Pages altamente eficazes e que geram resultados.

O que são Landing Pages?

Landing Pages são caracterizadas como páginas de pouso ou aterrissagem. Eles não são idênticas de maneira alguma com um site ou blog.

Uma Landing Page é utilizada numa estratégia de marketing digital com um propósito muito específico. Você encontra facilmente Landing Pages na internet que servem dois propósitos bem específicos de uma estratégia de marketing digital: geração de leads e conversão em vendas. Estas são as duas únicas estratégias na utilização de Landing Pages, embora elas também possa ser utilizadas apenas com o intuito de informar.

Ao contrário de uma homepage de um site, uma Landing Page é focada exclusivamente no objetivo de marketing. Se o objetivo for capturar leads ou dados das pessoas que a visitam, a página deverá estar totalmente focada no cumprimento desse objetivo de marketing. Se o objetivo for gerar vendas de um produto, a mesma coisa.

Uma Landing Page nunca deve ser construída com um propósito diferente do objetivo de marketing, sob pena de não cumprir esse mesmo objetivo. Isso significa que ela deve ser desenhada ou construída de forma totalmente focada no objetivo. Para cumprir eficazmente com o propósito e objetivo de marketing, as Landing Pages criadas por você devem cumprir no mínimo as seguintes regras:

Regra 1: Sem links de saída

Esta é uma regra bastante simples, mas que normalmente poucos cumprem.

Uma Landing Page não pode qualquer ponto de fuga, ou seja, qualquer link externo que retire o usuário da página e do seu foco principal que é cumprir o objetivo de marketing que você definiu para a sua Landing Page. Independentemente das circunstâncias, o usuário só pode ter dois caminhos: encerrar a janela ou realizar uma conversão.

Sempre que você coloca pontos de fuga numa Landing Page, como por exemplo links para redes sociais, conteúdos do seu site, ou outro qualquer, você está a dar a oportunidade ao usuário de ele fugir da sua página e naturalmente não voltar. Qualquer fuga possível, faz com que o usuário se disperse e retire o seu foco e atenção do objetivo e propósito da sua Landing Page e isso resultará numa conversão muito mais baixa.

Regra 2: Relevância e objetividade

Uma Landing Page precisa também de ser objetiva e clara em relação à oferta. Se você está pensando em anunciar no Facebook ou no Google para gerar leads ou vendas de um produto seu, enviando os usuários diretamente para a sua Landing Page, ela tem de ser o mais objetiva e clara possível. Em poucos segundos, o usuário tem de perceber o conteúdo e a oferta.

Quando o usuário demora muito tempo para entender a oferta, ele tendencialmente encerra a janela e segue com a vida. Isso, obviamente, resulta numa taxa de conversão baixa.

Procure que a sua Landing Page seja objetiva e direta ao ponto, com a informação organizada e a conversão sempre acima da dobra, para que o usuário não tenha de fazer scroll para encontrar o conteúdo que procura.

Regra 3: Estrutura e prova social

Além da relevância e objetividade naturais de uma Landing Page, ela também precisa de uma estrutura e prova social, que de alguma forma dêem ao usuário a confiança suficiente para ele cumprir o objetivo que você definiu inicialmente para essa página. Isso significa que você deverá criar a sua Landing Page de uma forma estrutura, com a informação organizada e obviamente orientada para um objetivo concreto, seja ele a angariação de leads ou a conversão em vendas de um produto. Algumas dicas nesse sentido:

  • A primeira dobra é a mais importante Assim que o usuário entrar na sua página, a primeira coisa que ele irá visualizar é a primeira dobra. Aí deverá constar um título forte e chamativo, bem como um call-to-action claro. O usuário precisa entender imediatamente qual é o propósito da página e o que você quer dele, bem como o você pretende dar em troca.
  • Foco na ação a realizar A sua Landing Page deverá ser criada em torno de uma determinada ação que o usuário deverá realizar. Seja ele preencher um formulário de dados, seja ele clicar num botão para comprar um produto, a ação precisa ser clara, objetiva e simples de entender.
  • Conteúdo simples e relevante Esqueça as páginas de venda de produtos Norte Americanas. Uma Landing Page precisa ter pouco conteúdo, mas um conteúdo extremamente relevante e objetivo. Lembre-se que o usuário não tem muito tempo para consumir o conteúdo, portanto, se você deseja que ele tome uma decisão, seu conteúdo precisa de ir direto ao ponto.
  • Call-to-action sempre presente Se você pretende que o usuário preencha um formulário, esse formulário deverá estar perfeitamente visível e identificado na página. O mesmo acontece com o botão de compra, que poderá inclusive acompanhar a rolagem da tela e estar sempre presente no ângulo de visão do usuário.
  • Ligação segura e marca pessoal Sempre que possível, coloque a sua Landing Page num endereço do seu próprio site e numa ligação segura HTTPS. Isso passará maior confiança aos usuários e haverá uma correlação direta com a sua marca pessoal ou da sua empresa. Isso aumenta a confiança e naturalmente a conversão.
  • Prova socia agrega valor Sempre que possível, utilize provas sociais para agregar um valor acrescido. Número de clientes que já compraram, testemunhos, prints de testemunhos nas redes sociais, vídeos de clientes, fotografias, etc. Tudo o que de alguma forma possa atestar o valor do produto que você está querendo vender ou oferecer.

Regra 4: Design responsivo

Com a tendência do Mobile Marketing a crescer a um ritmo alucinante, é fundamental pensarmos em Mobile First. Cerca de 60% dos usuários comuns de internet já acessam mais a internet via dispositivo móveis do que via desktop. Isto significa que a experiência deles começa no Mobile e até poderá terminar no Desktop, embora por vezes isso nem chegue a acontecer.

Para quem trabalha com Landing Pages, pensar no Mobile primeiro é fundamental. Ao construir suas páginas, você precisará dar uma atenção mais do que especial ao Mobile, oferecendo aos seus usuários uma experiência de navegação diferenciada e pensada para conversão em smartphones e tablets. Isso é imprescindível. Não se esqueça que estamos falando de 60% do tráfego que a sua página vai receber, portanto, capriche num layout responsivo e acima de tudo, numa experiência de navegação mobile fantástica!

    Regra 5: Automação de marketing

    A última grande regra no que às Landing Pages diz respeito, prende-se com a automação de marketing. Automatizar processos de comunicação em ambiente digital é sinónimo de maior conversão e isso traduz-se numa maior rendibilidade, obviamente. Se você está capturando leads através de formulários, automatize o disparo de emails para essas leads. A nutrição dessas leads pode e deve ser automatizada através de um software de email marketing. Se você está querendo vender um produto, a mesma coisa. Enviar os dados de pagamento por email de forma automatizada, relembrar o usuário de que ainda não pagou, etc.

    A automação de marketing prevê ainda diferentes outros tipos de comunicação, como por exemplo o SMS Marketing, suporte via WhatsApp, chat ao-vivo no seu website, entre outras formas de automatização do contato com o usuário, tornando o processo de comunicação, compra ou preenchimento de um formulário, algo mais simples e imediato. Tudo o que você poder oferecer em termos de suporte, será uma mais-valia a longo prazo para o seu negócio e para as suas taxas de conversão.

    Ferramentas para criar Landing Pages

    Existem dezenas de diferentes ferramentas na internet para criar Landing Pages. Naturalmente, a escolha recai muitas vezes nas ferramentas mais acessíveis. Cuidado com isso.

    Mais importante que o preço da ferramenta é aquilo que ela oferece em termos de funcionalidades e integrações. O objetivo de contratar uma ferramenta de criação de Landing Pages, é você não ficar dependente de um desenvolvedor para criar as suas próprias páginas, realizar as integrações com outros softwares e ficar completamente livre para criar o que bem entender, sem precisar de alguém do seu lado. Logicamente, o preço é importante, mas não é tudo.

    Algumas das ferramentas de Landing Pages que recomendo:

    O Unbounce é a minha ferramenta de criação de Landing Pages favorita e a única que utilizo nesse momento. Não é a mais barata do mercado, mas é super simples de utilizar e oferece um nível de funcionalidade e integração com outros aplicativos absolutamente fantástica. O valor do Unbounce começa em $79/mês se comprar um ano, ou então $99/mês se pagar mensalmente.

    LeadPages

    O Leadpages foi a primeira ferramenta de criação de Landing Pages que testei. Na altura não era tão versátil e completa como é hoje, pelo que para quem procura uma excelente ferramenta na relação qualidade vs preço, o Leadpages é possivelmente a melhor opção do mercado. O valor começa em $25/mês se comprar um ano, ou então $37/mês se pagar mensalmente.

    OptimizePress

    O OptimizePress é um criador de Landing Pages para WordPress. Ele funciona como um plugin para WordPress e permite criar Landing Pages ilimitadas dentro de um site ou blog em WordPress. No entanto, não é tão intuitivo quanto as outras ferramentas indicadas, e oferece poucos modelos para se trabalhar. O valor começa em $97 para utilização em 3 sites e vai até $297 para mais de 10 sites.

    Instapage

    O Instapage é também uma das ferramentas mais populares do mercado e uma excelente opção para quem procura uma ferramenta super profissional de criação de Landing Pages. O valor do Instapage começa em $68/mês se comprar um ano, ou então $76/mês se pagar mensalmente.

    Lander

    O Instapage é também uma das ferramentas mais populares do mercado e uma excelente opção para quem procura uma ferramenta super profissional de criação de Landing Pages. O valor do Instapage começa em $68/mês se comprar um ano, ou então $76/mês se pagar mensalmente.

    Fonte: paulofaustino.com

    Artigos Relacionados

    Tendências de Midia Social em 2019

    Tendências de Midia Social em 2019

    Tendências de Midia Social em 2019Uau, que ano foi para os profissionais de marketing de mídia social! O novo algoritmo do Facebook levou a menor alcance orgânico; Hashtags do LinkedIn ativadas; IGTV lançado; e também - violações de dados do Facebook que soletram uma...

    O que é Fotografia Urbana?

    O que é Fotografia Urbana?

    O que é Fotografia Urbana?A fotografia urbana é uma das formas de fotografia mais difíceis de se fazer bem. Poderíamos falar durante horas sobre dicas e técnicas para melhorar a sua fotografia urbana, mas antes de disso, acho que é muito importante começar com a...

    Vamos começar algo novo

    DIga olá

    Eu ajudo a meter a sua empresa na web

    Share This